MEUS PRÊMIOS DE VIDA

 

Nasci bailarina e, aos quatro anos, já estava no palco, me apresentando.

Já de pequena, dançava na TV quase todos os domingos e, na maior parte das vezes, éramos aplaudidas de pé.

Este, para mim, é o MAIOR PRÊMIO que uma bailarina pode ter, pois acredito que o artista viva de seus aplausos. Mesmo assim, ganhei várias medalhas ao longo da minha vida no ballet.

Mas, meu MAIOR PRÊMIO foi ser a maior bailarina de neoclássico, parte do ballet que mais tinha a ver comigo e com meu partner, que coreografava nossos pas-de-deux

Outro GRANDE PRÊMIO foi ter interpretado, por várias vezes, Carmen de Bizet, a cigana sedutora de Sevilha, inclusive no Theatro Municipal de São Paulo. As pessoas choravam quando eu morria...

Como estilista, meu MAIOR PRÊMIO foi ter podido sentir, idealizar, criar, elaborar e poder curtir o resultado de minhas criações, apresentadas em palcos.

Como projetista, dois GRANDES PRÊMIOS: ter sido convidada ao me formar, pelo meu professor, a fazer parte de sua equipe de trabalho, e...

Ver também meu SONHO REALIZADO em lindos projetos de arquitetura com arte e de decoração, que despertam sentimentos diferentes em cada um, mas todos bons, muito bons e, ao final, agradando a gregos e troianos.

Como nutricionista, também dois GRANDES PRÊMIOS:

■ Como estagiária do Hospital das Clínicas, obtive sucesso na aceitação de dieta cetogênica ( má aceita até por adultos) por uma menina, que se curou.

■ Ter sido indicada pela Universidade de São Paulo a uma grande Empresa Multinacional, onde pude:

- me especializar no campo da arquitetura, para a área de Nutrição.

- criar um departamento do nada, onde desenvolvi grandes estudos pioneiros no Brasil.

- implantar o primeiro sistema computadorizado da área de Nutrição.

Como marketeira, soltei o meu lado artista, que estava adormecido. E assim, pude ganhar alguns PRÊMIOS:

- melhor comercial eleito por júri popular

- melhor material de divulgação de produtos infantis

- menção honrosa em concurso interno de fotos

- de embalagens, tanto em sua inovação, por ser a primeira embalagem de material flexível que ficava em pé, mas também quanto ao seu layout diferenciado.

- melhor material ponto de venda

- melhor anúncio em revistas especializadas

- indicação de comercial ao Festival de Cannes

Além de realizar grandes lançamentos a jornalistas e públicos específicos:

- Estilo oriental no Jardim Japonês do Parque do Ibirapuera, com shows, uniformes, decoração, gastronomia típicos,...

- Jô, onze e meia... da manhã! Com a apresentação do programa do Jô, com entrevistas, toda a decoração, o cenário, inclusive sua caneca, no lançamento de um produto moderno, na área da alimentação, com um belo serviço de buffet, servindo um “menu degustação”.

E, assim vai...

Como artista plástica, o meu MAIOR PRESENTE foi saber que, das minhas mãos, brotaram uma técnica, um estilo, uma forma de pintar única, minha e só minha.

E eu a estou usando para pintar a cidade que mais gosto no mundo, Sampa, minha megalópole. E, levo ambas ao mundo, porque sou do mundo, uma alma antiga, artista, que perambulou por várias partes do planeta Terra.

Sinto-me muito feliz por ter podido, durante a minha vida, viver duas formas diferentes, importantes e primitivas de arte.

O ballet, cuja expressão é seu próprio corpo, levado pela música, e a pintura, a inspiração do momento, traduzido em traços, aplicados sobre telas em branco, por mãos de artista.

O prazer do reconhecimento de uma bailarina é na hora, no momento, enquanto que o de um pintor é, por muitas vezes, nem por ele vivida, sentida, usufruída.

E, assim eu vou, artista...

 
     
     
sound by Jbgmusic
Top of Page